Sobre…

Desde que sei escrever que mantenho um diário onde escrevo mais ou menos assiduamente. Escrevi quase uma dezena de cadernos com as minhas  “aventuras”, ideias, projectos, frustrações e confissões. São já três milhares de páginas preenchidas com palavras mas também com desenhos, fotografias e pequenas recordações.

Resumindo, gosto de escrever quando tenho ideias, quando preciso de desabafar, quando invento uma história que insiste em querer ser escrita. Mas gosto sobretudo de poder escrever sobre o que me apetece, sem linhas orientadoras fixas, e sem calendários e horários.

É essencialmente isso que faço aqui no A Alfacinha, onde escrevo de tudo um pouco simplesmente porque gosto de escrever. Por vezes escrevo coisas profundas que passam despercebidas, outras vezes falo um pouco sobre desenvolvimento pessoal, simplificação e organização (fruto de muitas leituras sobre os temas), digo disparates, ou conto simplesmente um episódio do meu dia.

O A Alfacinha é um meio de partilhar ideias, de receber feedback e de praticar a escrita que estimo e acarinho, assim como aos seus leitores.

Não é um blog pretensioso nem o seu objectivo é o sensacionalismo que atrai multidões. É um blog pessoal onde tanto se pode encontrar artigos com interesse como desabafos puramente pessoais.

A crítica construtiva é bem-vinda, assim como todos os comentários bem-intencionados. Porque, afinal de contas, um blog vive também dos seus leitores.