a alfacinha a cirandar #1 – chafariz

A Alfacinha a cirandar por aí encontra… um bebedouro diferente!

Fotografia daqui

Na zona de Belém há vários bebedouros públicos, e dois deles ficam mesmo perfeitamente situados a meio de dois dos percursos que costumo tomar quando vou correr, o que é óptimo para hidratar a meio do caminho!

Só que só consigo realmente beber alguma coisa para aí em 30% das vezes, já que o bom do Tuga Larápio gosta de ir roubar a torneira do bebedouro sempre que a Câmara lá põe uma nova. E a Câmara, passado uns meses, vai e põe nova torneirinha, de cobre e tudo, como o Tuga Larápio gosta de larapiar.
Não só se perde a torneira, como toda a água que fica a correr directamente para o esgoto 24 horas por dia. É que nem sequer dá para beber quando por lá se passa, porque a torneirinha é que obriga a água a ganhar pressão suficiente para sair em arco, tipo repuxinho, e sem ela é impossível aproveitar a água.
Mas graças a Deus, e para quebrar o ciclo, entra em cena o Tuga Engenhocas, que descobre que as rolhas de plástico das garrafas de espumante têm o calibre exacto do cano final do chafariz. Faz um furinho no cimo da rolha, enfia-a no cano, e voilá, o repuxinho volta a ser utilizável!

Não sei quem foi esta pessoa, mas faço-lhe uma vénia pela engenhosidade, pela paciência e pelas vezes em que tenho podido beber água graças à sua ideia tão simples.
E vou começar a guardar as rolhas de plástico das garrafas de espumante, a fazer-lhes um furinho e a levar uma comigo quando vou correr! :P

Anúncios

4 thoughts on “a alfacinha a cirandar #1 – chafariz

Os comentários estão fechados.