sem vergonhas

“Tão mas tu não tens vergonha de ir a cantar no meio do comboio?”

“Eu não! Vergonha é róbar e não conseguir fugir!”

Advertisements

2 thoughts on “sem vergonhas

  1. Estou em Lisboa há mais de um ano e às vezes ainda me sinto estrangeira. Este teu post fez-me lembrar a gíria do Porto. Gostei :)

Os comentários estão fechados.